Torrent Downlaods

MACHADO DE ASSIS E O DEBATE PÚBLICO NA IMPRENSA BRASILEIRA

Foto: Domínio Público

Qual a ligação entre o jornalista Machado de Assis e o debate atual realizado na imprensa e nas redes sociais? A resposta será dada por dois especialistas em sua vida e obra que participam do evento Machado de Assis jornalista negro: o debate público entre os séculos 19 e 21, que acontecerá no dia 15 de dezembro, entre 17h e 21h, com entrada franca, no Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro , na Rua Evaristo da Veiga, 16/17º andar, Cinelândia, Centro do Rio, promovido pela sua Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira/SJPMRJ).

Os convidados para a palestra são: o professor doutor Eduardo de Assis Duarte, da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a professora e jornalista Cristiane Costa da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Eduardo de Assis Duarte é especialista em literatura negra e, entre várias obras, organizou a antologia Literatura e Afrosdescendência no Brasil (Editora UFMG), 2011) que reúne vida, obra e análise crítica de 100 autores(as) negros (as) em quatro volumes com duas mil páginas.

Cristiane Costa é autora, entre outras obras, do livro Pena de Aluguel (Editora Companhia das Letras) baseado em sua tese de doutorado sobre jornalistas que também eram escritores entre os séculos 19 e 21 e atualmente coordena o curso de Jornalismo da ECO-UFRJ.

O objetivo do evento é promover a reflexão sobre o debate público no jornalismo brasileiro a partir da atuação de Machado de Assis como jornalista, profissão que exerceu durante 40 anos de sua vida junto com a de escritor e funcionário público, e o que se assiste hoje na imprensa brasileira, incluindo as redes sociais e a internet.

O encontro integra as atividades de contrapartida social da entidade sindical dos jornalistas cariocas, bem como representa uma continuidade das ações ininterruptas da Cojira-Rio, que desde 2003 promove debates e a conscientização, entre os jornalistas, sobre a questão negra relacionada com a comunicação social, mais especificamente com o jornalismo.

Destacamos que no ano de 2017 comemoramos os 20 anos do reconhecimento oficial de Zumbi dos Palmares como herói nacional. A sua elevação ao Panteão dos Heróis Nacionais pelo Estado brasileiro foi a maior honra formal de sua relevância para a História do Brasil.

Programação
17h – Exibição de curta-metragens
18h – Mesa do evento
19h30m – Debate com o público
21h – Encerramento

Serviço
O quê? “Machado de Assis jornalista negro: o debate público entre os séculos 19 e 21”
Quem? Eduardo de Assis Duarte (Letras-UFMG) e Cristiane Costa (Jornalismo-UFRJ)
Mediação? Miro Nunes (Cojira)
Quando? 15 de dezembro de 2017
Horário? 17h às 21h
Local? Rua Evaristo da Veiga, 16, 17º andar, Cinelândia, Centro do Rio, no Sindicato dos Jornalistas.
Entrada Franca