Torrent Downlaods

Nota Pública

Nós do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro estamos monitorando o acompanhamento jurídico dos casos de jornalistas que foram presos ou agredidos por policiais militares durante as manifestações deste sábado de 7 de Setembro. Com base nos encaminhamentos resultantes de uma plenária sobre o tema da Violência contra Jornalistas, realizada na sede do Sindicato, nesta quarta-feira (4/9), vamos produzir um relatório de casos que vai virar uma denúncia contra o Governo do Estado do Rio de Janeiro por violação aos direitos humanos, à liberdade de imprensa e à liberdade de expressão. Faremos essa denúncia a organismos internacionais em conjunto com organizações e movimentos sociais de luta em defesa dos direitos humanos. Também estamos preparando uma audiência pública sobre o tema da Liberdade de Imprensa a ser realizada na Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. E nesta segunda-feira (9/9) vamos lançar um texto-manifesto contra todo tipo de violência dirigida a profissionais da imprensa e a comunicadores populares. O Sindicato repudia ainda a violência praticada por parte dos manifestantes contra jornalistas. O direito ao trabalho e à integridade física e moral dos trabalhadores da imprensa precisa ser respeitado. A opinião de um veículo não pode ser confundida com o exercício profissional de apuração jornalística. Qualquer forma de violência é intolerável e não pode ser admitida como natural. E a violação à liberdade de imprensa é um atentado à própria democracia.