Torrent Downlaods

SJPMRJ convoca os jornalistas do Rio para manifestação no dia 30 contra as “reformas”

Dia 30 ​de junho, próxima ​sexta-feira, os brasileiros vão parar o país. No Rio, também os ​jornalistas ​estão se organizando a ganhar as ruas para protestar contra as autoritárias reformas que vêm sendo encampadas pelo governo do PMDB e que reduzem os direitos dos trabalhadores​.

A partir de meio-dia, ​a diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro (SJPMRJ) estará recebendo a categoria. A concentração será ao lado do Theatro Municipal, na Rua 13 de Maio, e será realizado um ato público, mais distribuição de panfleto informando a população sobre a importância do engajamento como forma de barrar as reformas Trabalhista e da Previdência.

Vamos dialogar com os trabalhadores e transeuntes para mostrar como esses projetos ​do governo ​mudam para pior a vida ​de todos os brasileiros​, e convocar ​a população para a grande manifestação a partir das 17h, na Candelária.

No início desta semana, o governo Temer sofreu dura derrota ao ver rejeitada a reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado. As paralisações e a nossa presença na rua são cruciais para pressionar os senadores e enterrar de vez essa tentativa de desmonte das Leis Trabalhistas. A “reforma” trabalhista do governo Temer fragiliza o trabalhador ao relativizar a força de patrões e empregados: uma vez aprovada, você terá que negociar seu salário com o patrão! A “reforma” ainda permitirá que as negociações diretas tenham mais poder do que a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) ​nos direitos fundamentais e consolidados, como férias, 13º salário e o pagamento integral do FGTS, em caso de demissão.

Na Previdência, o governo quer aumentar a idade mínima e o tempo de contribuição para a aposentadoria – penalizando trabalhadores que passaram a vida toda a contribuir para o INSS e teriam um benefício menor. Essa “reforma” também endurece os critérios para obtenção de auxílio-doença e outros ​direitos, como o tempo das licenças maternidade/paternidade, restringindo o acesso universal que a Constituição determina para a Previdência Social.

Portanto, é fundamental a sua presença nas ruas no dia 30. Participe!

 

Ato público dos jornalistas do Rio

30/06

12h

Cinelândia – Ao lado do Theatro Municipal, na Rua 13 de Maio

 

Manifestação Contra as Reformas

30/06

17h

Concentração: Candelária